12,7 milhões de brasileiros estão desempregados segundo dados do IBGE

Em apenas três meses, 368 mil pessoas engordaram as estatísticas do desemprego no país.

Menor nível da série histórica, iniciada em 2012, com apenas 49,5% das pessoas em idade de trabalhar com serviço no Brasil.

Os dados constam da Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua), divulgada nesta terça-feira (30) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A taxa de desocupação ficou em 12,9% frente a 12,3% no mesmo período de 2019. No trimestre imediatamente anterior, compreendido entre dezembro e fevereiro, a taxa era de 11,6%.

A pesquisa aponta que o comércio perdeu 2 milhões de pessoas ocupadas no trimestre encerrado em maio, setor com maiores perdas no período. A comparação é com o trimestre encerrado em fevereiro deste ano.

Houve quedas expressivas na indústria, que perdeu 1,2 milhão de pessoas, e na construção, com 1,1 milhão de operários a menos nas obras do país.

O único setor de atividade que teve aumento em relação ao trimestre encerrado em fevereiro foi o de administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais, que cresceu 4,6% no período. Isso significa um aumento de 748 mil pessoas no setor.

No trimestre encerrado em maio, 1,2 milhão de trabalhadores domésticos deixaram o mercado de trabalho, queda de 18,9% em relação ao período anterior.

Fonte R7

Foto reprodução internet Ceara agora

Tel:  (24) 2242-1558

End : Rua Washington Luiz, 391

Petrópolis - Brasil

@2018 Jornal dos distritos

  • Google+ - Círculo Branco
  • Facebook - White Circle