Governador Wilson Witzel prorrogou até 11 de maio os decretos de prevenção e enfrentamento ao Corona

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, disse na noite da última terça-feira (28) que ainda não definiu uma data para a flexibilização das medidas de isolamento social no estado. Em uma rede social, ele afirmou que é preciso, “primeiro, desafogar os hospitais”.

A Prefeitura do Rio de Janeiro e o Governo do Estado prorrogaram o período de isolamento até 11 de maio e 15 de maio para a capital. Ambos publicaram no Diário Oficial as novas determinações.

Somente serviços essenciais - supermercados, açougues, padarias, lanchonetes, hortifrutis, farmácias e lojas de conveniência - devem permanecer funcionando, porém devem seguir com todas as medidas de segurança para evitar aglomerações.

Suspensão da realização de eventos esportivos, culturais, shows, feiras científicas, entre outros, em local aberto ou fechado.

Parques Municipais (Itaipava, Av. Ipiranga e Cremerie), além das cachoeiras, também não poderão ser acessados pelo mesmo período.

Permanecem fechadas as escolas públicas e privadas, creches e instituições de ensino superior e, ainda, a

Também segue suspenso o funcionamento de cinemas, teatros e afins. Academias, centros de lazer e esportivos e shoppings também devem permanecer fechados. A recomendação para que a população fluminense não frequente praias, lagoas, rios e piscinas públicas e clubes segue válida para todo o estado.

Em caso de descumprimento das medidas previstas, as autoridades competentes deverão apurar as eventuais práticas de infrações administrativas e crimes previstos. Os demais tipos de comércio terão que realizar atendimento em domicílio.

Tel:  (24) 2242-1558

End : Rua Washington Luiz, 391

Petrópolis - Brasil

@2018 Jornal dos distritos

  • Google+ - Círculo Branco
  • Facebook - White Circle