Parada Positiva do Maio Amarelo trabalhou na conscientização de motociclistas

28/05/2019

            Motociclistas que passavam pela Washington Luiz nesta terça-feira (28.05) foram surpreendidos por uma equipe realizando a Parada Positiva – uma iniciativa do Motomundi em parceria com a CPTrans, para conscientizar os motociclistas. Na ação, foram abordados os motociclistas que, além de receber informações sobre a importância de pilotar de maneira segura, também foram contemplados com brindes, como vouchers para troca de óleo.

            Na ação, os motociclistas passaram por uma espécie de circuito, com as tendas montadas. Um dos pontos altos foi a demonstração de pontos cegos: o motociclista fez o papel do motorista do carro e motocicletas foram dispostas em locais cuja visibilidade do motorista do carro fosse comprometida. A ideia é mostrar aos motociclistas que, às vezes, eles não estão sendo vistos pelos motoristas dos veículos e que isso pode acarretar em acidentes de trânsito.

           

            A iniciativa focada nos motociclistas toma como base os dados do anuário estatísticos de acidentes de trânsito mais recente, que consolida os acidentes de 2017. Os dados do documento apontam o crescimento superior a 105% da frota de motociclista em um período de 10 anos. Enquanto em 2007 eram 11.998, em 2017 esse número atingiu 24.583. Além disso, o documento aponta que das 1.589 vítimas de acidentes de trânsito registrados em 2017, 49%, ou seja, 779, eram motociclistas.

            O diretor-presidente da CPTrans, Jairo Cunha, aponta a educação para o trânsito como o principal fator de mudança. “As estatísticas só serão alteradas quando houver uma mudança de comportamento das pessoas. Obedecer às leis de trânsito, dirigir e pilotar com responsabilidade são obrigações de cada um de nós. Todos temos papel no trânsito e ao nos colocarmos como responsável por isso nos tornará cidadãs mais responsáveis”, destaca.

            O empresário Ricardo Lyra Leal Ferreira, da Motomundi, explica como funciona a ação. “A ação que nós estamos desenvolvendo aqui é o famoso veja e seja visto. Nós estamos mostrando os pontos cegos de visão do motorista que o automóvel tem em relação à moto, alertando para que o motociclista mude o posicionamento dele. No momento que você olha o rosto do motorista do carro no espelho retrovisor significa que ele está te vendo também. Então estamos doando uma troca de óleo em função daqueles que participarem do evento. Os motociclistas se conscientizam que eles têm que mudar a forma de andar na rua e com isso acho que vamos ter um maior nível de segurança”, frisa.

 

 

Tags:

Curtir
Please reload

Tel:  (24) 2242-1558

End : Rua Washington Luiz, 391

Petrópolis - Brasil

@2018 Jornal dos distritos

  • Google+ - Círculo Branco
  • Facebook - White Circle