Guarda Civil inicia capacitação de agentes para atuação em casos de violência contra mulher

18/03/2019

O curso, que aborda tanto aspectos psicológicos da vítima quanto os dispositivos da Lei Maria da Penha, foi iniciado nesta segunda-feira (18.03) e terá turmas diárias até o fim do mês. O conteúdo é ministrado pela própria corporação em parceria com o Gabinete da Cidadania.

A intenção do curso é preparar os agentes para atender ocorrências em que mulheres são vítimas de agressões vindas de alguém que possui vínculo com ela, como estabelece a Lei Maria da Penha. Em Petrópolis, os casos o Cram (Centro de Referência em Atendimento à Mulher) fez 103 atendimentos apenas em janeiro e fevereiro – 638 no ano passado –, mostrando a importância que o acolhimento correto tem para o público feminino.

“A forma de se dirigir a ela é o que vai fazer a diferença nesse contato. Então é fundamental ter esse olhar dos direitos humanos e as nossas perspectivas no atendimento à mulher. É importante o guarda não tomar lado na questão, manter a imparcialidade, mas é preciso ter atenção porque quem está ali na frente é uma vítima”, disse o chefe do setor de ensino da Guarda, Leandro da Silva, que abriu o curso.

Um dos participantes do primeiro dia de curso foi o instrutor do Programa Promotores da Paz (Proppaz), Leandro Melo, que aborda a Lei Maria da Penha durante as aulas com os alunos das escolas municipais.

“Está sendo muito proveitoso, pudemos tirar algumas dúvidas até para melhorar nossas aulas dentro do Proppaz. Para gente, é importante esse momento para que possa tirar dúvidas, saber se nós estamos conduzindo nossas aulas da melhor forma possível. E eu fico feliz porque nossas aulas estão indo ao encontro com o que foi apresentado aqui, estamos fazendo bem o nosso trabalho nas escolas. Eu acredito que nosso trabalho é muito importante porque a gente está tentando mudar uma cultura e isso virá para as próximas gerações”, ressaltou o guarda.

“É extremamente importante para a Guarda poder, no mês em que se destaca a luta pelos direitos da mulher, proporcionar uma capacitação para os agentes atuarem da forma correta na segurança delas, atuar da melhor forma em casos que envolvam violência contra elas”, destaca o comandante da Guarda, Jeferson Calomeni.

 

 

Curtir
Please reload

Tel:  (24) 2242-1558

End : Rua Washington Luiz, 391

Petrópolis - Brasil

@2018 Jornal dos distritos

  • Google+ - Círculo Branco
  • Facebook - White Circle