As hortênsias, um dos símbolos da cidade estão de volta a Petrópolis


As hortênsias estão de volta à paisagem da cidade depois de muitos anos sem que estas flores, que já foram símbolo de Petrópolis, fossem cultivadas. E elas agora enfeitam ruas como Koeler, Alfredo Pachá e Roberto Silveira. Também foram colocadas no Quitandinha, na entrada da cidade, e na Ipiranga. Nesta quinta-feira (13.12), o prefeito Bernardo Rossi acompanhou o plantio de 450 mudas na Praça Princesa Isabel, em frente à Catedral São Pedro de Alcântara.

“Muito se falou que a mudança no clima não seria viável ao cultivo, mas, aos poucos, estamos conseguindo que a cidade volte a ter as hortênsias, um pedido do bispo Dom Gregório e que seguimos e está sendo bem-sucedido”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

A tradição de plantar Hortênsias começou ainda na década de 1910, com o prefeito Oswaldo Cruz. Entre as décadas de 60, 70 e 80, a grande quantidade da flor fez com que a cidade ficasse conhecida como “Cidade das Hortênsias”.

Nesta quinta, o bispo da diocese de Petrópolis, Dom Gregório Paixão, também fez questão de plantar hortênsias em frente à Catedral.

“Plantar hortênsias, plantar uma flor significa o desejo de perpetuar a beleza na vida das pessoas. Por isso que, se Petrópolis sempre foi a “cidade das hortênsias”, inegável, a gente podia perder essa tradição. Então eu fico muito feliz dessa iniciativa, não só minha quanto do Instituto Histórico de Petrópolis, de pedir que fosse resgatado essa história maravilhosa esteja sendo atendida. A beleza de contemplar as hortênsias e, nelas, ver toda história maravilhosa de um povo que construiu essa história”, falou.


Tel:  (24) 2242-1558

End : Rua Washington Luiz, 391

Petrópolis - Brasil

@2018 Jornal dos distritos

  • Google+ - Círculo Branco
  • Facebook - White Circle