Uso de Transporte Não Motorizado foi tema da Consulta pública no Dia Mundial sem Carro em Petrópolis


O Dia Mundial sem Carro foi marcado, no sábado (22.09), pela primeira consulta pública para elaboração do Plano de Mobilidade Urbana de Petrópolis. A atividade aconteceu durante o BikeDay, no período da tarde, na Bohemia, e teve como tema o uso de Transporte Não Motorizado. O encontro foi marcado pela opinião e depoimento da população em torno do assunto discutido. Até a conclusão do PlanMob serão realizadas mais 14 consultas e quatro audiências públicas sobre diversos temas que envolvem a mobilidade do município.

A discussão foi iniciada por Jarbas Braga Neto, que abordou o tema da Mobilidade Urbana sobre ótica da mobilidade ativa, que pode ser caracterizado pela utilização de bicicletas ou por caminhadas, por exemplo. Essas formas de mobilidade apresentam características como menor poluição do ar e sonora, melhorar distribuição do espaço público, aumento na qualidade de saúde e bem-estar físico, além da economia gerada com a redução de custos diários com o transporte.

“São aspectos fundamentais que devem ser considerados principalmente neste momento, quando temos a oportunidade de discutir o Plano de Mobilidade Urbana. A população deve se informar e participar das consultas e audiências para ter propriedade ao opinar”, destaca Jarbas. “A CPTrans tem como missão entregar o plano até abril do próximo ano e quanto mais a população participar maior será a sua abrangência”, completa o diretor técnico e operacional da CPTrans, Luciano Moreira.

Na consulta, o público recebeu duas fichas técnicas sobre pedestres e bicicletas. Na primeira, feita com base no anuário estatísticos de acidentes de trânsito, pesquisa de origem e destino da CPTrans, entre outros dados consolidados, mostra que cerca de 15 mil pessoas se locomovem a pé na cidade, 5,3% da população. Esse meio apresenta custo zero, auxilia a saúde, tem menos impacto ambiental, é democrático, entre outros benefícios. A intenção é criar um manual para calçadas, que visa padroniza-las, oferendo a correta acessibilidade.

Já a ficha técnica sobre bicicletas apontou que cerca de 10 mil pessoas fazem uso de bicicletas na cidade, sendo que 240 a utilizam como principal meio de locomoção. Ele também mostra que, em 2017, houve 33 vítimas de acidentes com este meio, sendo dois deles fatais. A ficha também assinala vantagens como baixo custo, segundo menor impacto dentre os modais e facilidade de integração com outros modos de transporte.


Tel:  (24) 2242-1558

End : Rua Washington Luiz, 391

Petrópolis - Brasil

@2018 Jornal dos distritos

  • Google+ - Círculo Branco
  • Facebook - White Circle