Câmeras ajudam a prender suspeito de estupro na Rua Teresa


A tecnologia foi ferramenta fundamental para a polícia identificar e localizar o suspeito de estupro na Rua Teresa, crime registrado na segunda-feira (18.06) pela manhã. A Polícia Militar trabalhou com cruzamento de informações obtidas com imagens de circuito interno de câmeras de uma loja e do Centro Integrado de Operações Petrópolis (Ciop), aliado a denúncias anônimas e o serviço de inteligência. O homem foi detido nesta quarta-feira (20.06). Em tempo real cinco câmeras na Rua Teresa geram imagens ao Ciop já em funcionamento.

De acordo com a PM, a câmera de uma loja mostrou o rosto do homem, enquanto as imagens gravadas pelo Ciop mostraram a presença dele próximo à cena do crime, uma escadaria utilizada pela vítima normalmente para chegar ao trabalho. Com essas informações e as denúncias anônimas, foi possível chegar à localização do suspeito.

A Rua Teresa conta com cinco câmeras de monitoramento, todas já instaladas e funcionando. Elas ficam distribuídas do início ao fim do polo de moda, dando ampla cobertura de segurança. O Ciop tem 46 pontos monitorados em toda cidade com câmeras de 360º e em cinco deles (entradas da cidade), também terão equipamentos com capacidade de leitura de placas, função que não será usada em aplicação de multas, apenas em identificação dos veículos. Nesta segunda-feira, o prefeito esteve na sala de monitoramento, que fica no Centro de Cultura Raul de Leoni, acompanhando os registros feitos pelas câmeras. A inauguração está marcada para a próxima segunda-feira (25.06).

“Em cidades como Niterói e Volta Redonda, de portes semelhantes a de Petrópolis, a tecnologia está sendo usado com resultados favoráveis. O CIOP vem somar ao policiamento nas ruas e a meta é mais segurança em pouco tempo”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.


Tel:  (24) 2242-1558

End : Rua Washington Luiz, 391

Petrópolis - Brasil

@2018 Jornal dos distritos

  • Google+ - Círculo Branco
  • Facebook - White Circle