Superior Tribunal de Justiça confirma sentença do TJRJ e mantém Rubens Bomtempo inelegível


Além dos oito anos inelegível, o ex- prefeito e o Bradesco terão que devolver aos cofres do município R$ 13.000.000,00 (treze milhões de reais), e o banco não poderá manter contratos com entes públicos por 5 anos. A condenação foi através de ação movida pelo Ministério Público, com base no contrato para administrar contas do município e a folha de pagamento do funcionalismo e aposentados.


Tel:  (24) 2242-1558

End : Rua Washington Luiz, 391

Petrópolis - Brasil

@2018 Jornal dos distritos

  • Google+ - Círculo Branco
  • Facebook - White Circle