Vacinação contra gripe terá início no dia 24 de abril


Com meta de imunizar 90% da população alvo – idosos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), crianças de seis meses a menores de cinco anos e doentes crônicos, a Secretaria de Saúde está iniciando as estratégias de atuação da campanha que durará até o dia 1º de junho, com Dia D de vacinação no dia 12 de maio.

O Governo do Estado ainda não determinou o número de pessoas que deverão ser imunizados contra o vírus influenza. Ano passado foram vacinadas 77.923 pessoas, 82,63% da meta de imunização que eram de 100 mil pessoas. O município registrou 23 casos suspeitos de influenza, sendo 12 casos de vírus sincicial respiratório que atinge crianças menores de 1 ano e 7 casos de Síndrome respiratória aguda grave que levou a óbito duas mulheres. Não ocorreu nenhum caso de H1N1 e nem de H3N2.

O secretário de Saúde Silmar Fortes reforça que a Campanha de Vacinação contra Gripe acontece simultaneamente a da Febre Amarela. Ele orienta ainda que as vacinas podem ser aplicadas até mesmo no mesmo dia, se necessário. Inicialmente as doses estarão disponíveis em 15 unidades de Saúde com rotina de vacinação.

“Tivemos um grande volume de vacinação contra a febre amarela ano passado e muitas pessoas ficaram com medo de tomar a vacina contra gripe em seguida, mas não é preciso se preocupar com isso. As vacinas não precisam de intervalos, podem inclusive ser tomadas no mesmo dia”, explica Silmar Fortes.

A encarregada do Programa de Saúde da Mulher, Marilda Emmel Licht, reforçou a importância das gestantes e puérperas vacinarem antecipadamente contra gripe.

“Nossa equipe está orientada a esclarecer qualquer dúvida quanto a vacinação e estamos incentivando dentro das ações do programa a importância de se vacinar preventivamente contra gripe. O que precisamos é tranquilizar as mães de que a vacina não prejudica o neném nem durante a gravidez e muito menos durante a amamentação”, explica Marilda Emmel Licht,

O departamento de Vigilância em Saúde alerta que pacientes com doenças crônicas não transmissíveis como a hipertensão e ainda diabetes, asma, enfisema pulmonar entre outros fazem parte do público que também deve ser vacinado com prioridade. Os dois óbitos que ocorreram em janeiro e abril 2017 foram de duas mulheres hipertensas que tiveram baixa imunológica após contrair o vírus. A Elisabeth Wildberger reforça ainda que professores e profissionais de saúde também devem ser vacinados.

Lista dos postos de Saúde e demais locais de vacinação:

*Atendimento de segunda a sexta-feira de 8h às 16h – Com intervalo de 1 hora de almoço

- Centro de Saúde Coletiva - Rua Santos Dumont, S/Nº

- PSF Alto da Serra - Rua Teresa, 2.024 (Praça Miguel Couto)

- PSF São Sebastião - Rua São Sebastião nº 625

- UBS Alto Independência - Rua Ângelo João Brand s/n

- UBS Quitandinha - Rua General Rondon nº 400

- Ambulatório Escola – Rua HívioNaliato nº 169

- UBS Itamarati - Rua Bernardo Proença nº 32

- Hospital Alcides Carneiro - Rua Vigário Corrêa, 1.345

- UBS Morin - Rua Pedro Ivo, nº 81 – Morin

- UBS Itaipava - Estrada Philúvio Cerqueira Rodrigues s/n

- UBS Pedro do Rio - Estrada União e Indústria s/n

- PSF Posse - Estrada União de Indústria nº 33.530

- Coordenação Epidemiologia - Hospital Municipal Nelson de Sá Earp Rua Paulino Afonso, 455

- UBS Mosela - Rua Mosela nº 744

Funcionamento especial

- UBS Retiro - Av. Barão do Rio Branco s/n – Horário de funcionamento de 13h às 19h

Foto : reprodução Midiamax


Tel:  (24) 2242-1558

End : Rua Washington Luiz, 391

Petrópolis - Brasil

@2018 Jornal dos distritos

  • Google+ - Círculo Branco
  • Facebook - White Circle