Grande quantidade de lixo nos rios, ajudou a reter as águas - População cobra o retorno de projeto d


Bueiros entupidos, e rios tomados por embalagens e todo o tipo de lixo comprovam que além da coleta ineficiente, a população continua jogando lixo nas ruas e margens dos rios.

O impacto da chuva que caiu na cidade no último sábado (04.03) só não foi maior graças a ações do Plano Verão executado pela prefeitura. O planejamento para mitigar e responder às necessidades em caso de temporais incluiu, por exemplo, o programa Rio Limpo, que retirou mais de 5 mil toneladas de sedimentos do Piabanha, Palatinato e Quitandinha desde novembro do ano passado. Além disso, a prefeitura fez limpeza e desobstrução de galerias de águas pluviais e ralos de drenagem 395 vezes em 228 locais apenas em 2017.

Limpeza de bueiros e desassoreamento dos rios seguem sendo realizados este ano. Depois de fazer a remoção de terra, pedras e outros sedimentos em locais como Centro, Mosela, Cel. Veiga, Ponte Fones e Corrêas, o serviço de limpeza dos rios foi levado para Bonsucesso e, na sequência, vai seguir por Nogueira. O programa Rio Limpo é feito pelas Secretarias de Obras, Meio Ambiente, Comdep e Águas do Imperador, com aval do Inea.

A desobstrução de galerias e ralos também continua. Só entre janeiro e fevereiro, o trabalho ocorreu em Chácara Flora, Quarteirão Ingelheim, Quarteirão Brasileiro, Alto da Serra, Estrada da Saudade, Quitandinha, Siméria, Quissamã, Valparaíso, São Sebastião, Duarte da Silveira, Cascatinha, Itamarati, Itaipava, Roseiral, Estrada Mineira (Corrêas), Bairro da Glória, Atílio Marotti, Retiro, Morin, Independência, Alcobacinha e diversos locais como no Centro Roberto Silveira, Barão do Rio Branco, Dr. Sá Earp e Rua do Imperador.


Tel:  (24) 2242-1558

End : Rua Washington Luiz, 391

Petrópolis - Brasil

@2018 Jornal dos distritos

  • Google+ - Círculo Branco
  • Facebook - White Circle