13º salário: R$ 4,3 milhões depositados para os servidores nesta quarta


Expectativa é de quitar os 50% do abono de final de ano até o dia 25 de janeiro .

Prefeitura deposita nesta quarta-feira (20.12) R$ 4,3 milhões nas contas dos seus 12 mil servidores, aposentados e pensionistas. O valor corresponde a mais uma parcela de 12,5% do 13º salário deste ano e soma-se a outros R$ 13 milhões já depositados - R$ 4,3 milhões (12,5%) no dia 30 de novembro e R$ 8,3 milhões (25%) antecipados aos servidores em julho. A Secretaria de Fazenda trabalha ainda para depositar no último dia útil do mês os salários de dezembro dos servidores públicos. O prefeito Bernardo Rossi lembra que 22 cidades fluminenses estão com as folhas de pagamento atrasadas e que esta semana a prefeitura do Rio, por exemplo, alterou o calendário de pagamento dos servidores, que passarão a receber somente no 7º dia útil do mês.

“O 13º salário de 2016 foi arrestado pela Justiça e tivemos de pagar esta conta em 2017. E o compromisso era não deixar que o salário dos servidores atrasasse sequer um dia. Cumprimos ao longo do ano e a expectativa é de quitar os 50% do abono de final de ano até o dia 25 de janeiro. Os salários de dezembro serão depositados no dia 28”, anuncia o prefeito Bernardo Rossi.

O desafio da atual gestão tem sido equacionar as contas, uma vez que o atual governo está arcando em 2017 com 14 folhas de pagamento, considerando que a atual gestão precisou quitar salários de dezembro de 2016 de funcionários do Hospital Alcides Carneiro, que deixaram de ser quitados à época e ainda que o atual governo precisou repor valores referentes a arrestos judiciais para pagamento de 13º do ano passado – R$ 16,8 milhões que foram retirados de áreas importantes, como a compra de merenda escolar. A folha de pagamento da prefeitura alcança em 2017, R$ 490 milhões, considerando o 13º salário desde ano e ainda o 13º atrasado do ano passado.

Além de repor o valor dos arrestos judiciais, a atual gestão quitou R$ 3,9 milhões em parcelas de empréstimos consignados e faturas no cartão Sisep– valores que no governo passado foram descontados nos contracheques dos servidores, mas não foram repassados aos bancos e ao Sindicato, o que impediu, por exemplo, que servidores tivessem acesso a linhas de crédito bancários e em casos mais graves levou servidores a terem os nomes incluídos em cadastros de restrição ao crédito (SPC e Serasa).


Tel:  (24) 2242-1558

End : Rua Washington Luiz, 391

Petrópolis - Brasil

@2018 Jornal dos distritos

  • Google+ - Círculo Branco
  • Facebook - White Circle